10/05/2017

Como um bambu chinês

A minha vida sempre se precipitou. Desde que me lembro. As coisas aconteceram-me sempre muito depois de acontecerem à maioria (essa medida exacta do valor da nossa vida) e tudo ao mesmo tempo. Sou uma espécie de bambu chinês que precisa de grandes saltos temporais para avançar. 2016 deu o mote, 2017 há-de trazer de uma vez tudo aquilo que tenho esperado por anos. Se me assusta? Nem por isso, só me deixa expectante.

5 comentários:

  1. Visto daqui parece que estás divertidamente nervosa com o 17. O que é bom, digo eu, e se tudo correr bem -e vai - o 17 será brilhante para sempre :)

    um grande beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou, confesso que estou meio nervosa, sim. :)
      Mas agora não há volta a dar.

      uma beijoca para ti

      Eliminar
  2. Que venha tudo como esperado e sonhado. :)

    ResponderEliminar
  3. Agora é só mesmo deixar que todas as peças se encaixem ;)

    ResponderEliminar
  4. Se os momentos menos bons surgem sem que se conte com eles, que o mesmo passe a acontecer com os bons momentos e as boas fases da vida. Assim seja ♥ beijinho*

    ResponderEliminar