04/01/2017

Esqueci-me. Este ano, pela primeira vez, esqueci-me do início da tua inexistência. Não que me esqueça de ti, que não o faço, tão-só não me lembrei. É isso, não me lembrei do dia em que marcaste a ferro líquido uma marca de mágoa que o tempo tem demorado em sarar. Mas ela vai sarando, devagarinho e um dia atrás do outro. O pó de estrela que tens soprado dessa nuvem que habitas no céu longínquo começa a fazer efeito: a vida já faz mais sentido. 

8 comentários:

  1. Esquecer de certas coisas só nos faz bem Carla. E a vida tem outro sabor
    :)
    Bom ano linda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou faz bem ou alivia, pelo menos. :))

      Um bom ano, querida!

      Eliminar
  2. Esquecer, é por vezes, o melhor remédio para a alma.
    Um ano de 2017 leve....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, que a alma também precisa de alívio.
      O mesmo para ti, Mafalda! :)

      Eliminar
  3. Que o teu 2017 seja feito de pó de estrelas :)

    ResponderEliminar
  4. Há coisas que é bom consigamos ir esquecendo, na medida em que já não nos lembramos delas com tanta intensidade. Quer dizer que já lhes soubemos atribuir a importância que realmente têm para nós. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por muito importantes que sejam, têm de ceder lugar a coisas ainda mais importantes. :)

      Eliminar