21/09/2016

Convite

É oficial, a primeira apresentação do livro está marcada para dia 28 de Outubro, em Lisboa (Benfica). Esta é a parte fácil, marcar um dia, o pior será pensar no que dizer. Se os meus querídissimos leitores mais experientes no assunto me quiserem dar umas dicas, aceito-as com toda a alegria. E, claro, estão todos convidados a aparecer, mais não seja para ficar a conhecer muitos de vocês.




14 comentários:

  1. Carla, na minha opinião, que também é baseada no entendimento de quem sabe mais disto do que eu, ao autor compete falar pouco ou nada sobre o livro. Até porque já o escreveu! Outro(s) deve(m) fazê-lo. Eventualmente falar de forma breve sobre a motivação que o impele a escrever. Muito importante: na apresentação não devem escapar os agradecimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem, até porque já nem sei falar do que escrevi e é assunto que me atrapalha os dias.
      A motivação... vou citar-me «gosto de escrever quando a vida me lixa as voltas», por certo será muito poético. :)

      Eliminar
  2. Eu não tenho experiência. Mas das que presenciei há uma pessoa que fala sobre o livro e o escritor. O escritor assina livros e distribui sorrisos. Faz, claro, todos os agradecimentos do mundo ao mundo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é bom! Costumo usar o sorriso para me esconder das coisas. :)
      Agradecer ao mundo mesmo que o mundo pouco ou nada tenha ajudado... pois, essas coisas fogem-me.

      Eliminar
  3. Eu se estiver disponível (ainda não tenho escala de Outubro) compareço. Gostava muito de te dar um abraço e agradecer com um sorriso todas as vezes que já me fizeste sorrir.

    Beijinho:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? :)))
      Ganhei o meu dia!

      Dê ou não, levas um beijinho na mesma. :)

      Eliminar
  4. não tens ninguém que te faça a apresentação? (concordo com a Isabel)
    se estivesse mais perto ia, podes crer.
    quando vieres ao Porto apita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu digo que vou falar do livro, mas num sentido lato (já estive tentada a voltar a lê-lo porque há coisas que escrevi e já esqueci...). É o facto de ter de tornar público este exercício, que foi muito íntimo, e ter de dizer «pois, fui eu que escrevi isso». Ah, coisas de somenos que depois passam. Por agora estou na fase dos nervos. :)

      Pode ser que dê, pelo menos em Montemor-o-Velho (que é onde moro) há-de ser. Sempre fica mais perto. :)

      Eliminar
  5. Estou longe, não poderei estar no local mas, estarei contigo, podes crer.

    Ah! Já chegou o meu livro, chegou hoje

    Beijocas Carla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava a ver que tinha de ir ameaçar a integridade física de alguém, para receberes o livro! :)

      Beijoca, noname!

      Eliminar
  6. Se calhar até vou a Lisboa nesse fim de semana... Mas não será logo na sexta-feira. :(

    ResponderEliminar