20/08/2016

Curva descendente

 A curva descendente do amor é suave, macia como um caminho de algodão. Consola e conforta até à vertigem final do chão à frente dos olhos.