25/07/2016

Perto da vista, longe do coração

ou será Longe da vista, longe do coração?


4 comentários:

  1. Nao sei. Nem sei se isso faz sentido. Para mim nada que esteja longe da minha vista esta necessariamente longe do meu coração ;)
    Beijinho

    The-not-so-girlygirl.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo. Mas e quando as coisas estão a centímetros da nossa vista e a quilómetros do nosso coração?

      Eliminar
  2. Carla, para mim nunca fez sentido o ditado "longe da vista, longe do coração".
    Derivados também não fazem qualquer sentido para mim.
    Hoje, devido à diversidade de formas de comunicação que temos disponíveis, esses tipos de ilações relacionados com a distância ainda fazem menos sentido.
    Tenho pessoas que raramente vejo e que amo profundamente. Mais: há quem nunca tenha visto e que amo profundamente.
    Pode-se dizer que se as visse mais vezes ou se as conhecesse pessoalmente, nos outros casos, poderia decepcionar-me. Argumento que não tem qualquer relevância para mim. Há pessoas que estão fisicamente próximas que me decepcionaram tanto. Depois, o passar dos anos também permite que accionemos mais mecanismos de defesa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vejo aquilo de uma forma menos literal.
      Muitas vezes tenho de me afastar das coisas e das pessoas para que elas percam importância, daí que elas estejam longe da vista e acabem longe do coração. Deixar arrefecer, processar, o sinónimo que aqui fique melhor.

      Por outro lado, também é possível que alguém ou alguma coisa esteja sempre ali, no contínuo dos dias, mas já não nos entusiasme, nos apaixone, ou tenhamos deixado de amar. E aí estará perto da vista, mas no coração já conta milhas de distância.

      A minha deriva vai mais neste sentido. :)

      Eliminar