21/04/2016

Sometimes it's hard to be alone

É fácil sentir empatia por uma música que tente resgatar um amor perdido. Ou por um poema. Ou por um romance. Ou por um filme. O pelo que for... Porque em cada um de nós habita uma centelha salvífica que acredita que pode pôr bem o que esteve tantas vezes mal, até então. A verdade é que, por mais bonitas e empáticas que sejam estas declarações de intenções, não passam disso mesmo, intenções que esbarram nos factos e na realidade que sofre de uma falta de poesia confrangedora.



EMPTY - Eva & Manu

6 comentários:

  1. tens razão, a realidade é tudo menos poética, Carla.

    É por isso que se confundem tanto os poetas com lunáticos. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. (Estava difícil acertar. ;) )

      São uns malucos, esses poetas. :)

      Eliminar
    2. (não sei o que fiz, mas ficou no comentário a cópia de um email que me tinham enviado, que não tinha nada a ver com o assunto...)

      Eliminar
    3. (eu percebi e só li até onde vi que não era para mim ;)

      Eliminar
  2. Carla, é fácil, mas pode não ser bom.
    Situações há em que ainda se cava mais na dor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Totalmente, Isabel.
      Aliás, eu sigo aquele lema: quando estou triste, ouço música triste, para ficar ainda mais triste.

      É uma tristeza... :)

      Eliminar