08/03/2016

Ser mulher todos os dias

sheiseverythingallthetime:


∂ƒ

9 comentários:

  1. Carla, não me digas que agora andas nessa vida. :)

    Olha, agora muito, muito a sério: à parte as 'situações limite' de violência e dos países em que o respeito pelos direitos humanos é uma miragem, eu acho que isto não anda nada fácil para os homens e que, na rotina, muito sub-repticiamente, têm que fazer um esforço grande para se defender. (Sei que estou a pôr-me a jeito para me cair o Carmo e a Trindade, mas não faz mal. Sei do que falo, o que não significa que tenha a razão toda.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais vale andar nessa vida que andar na vida. ;)

      Sim, entendo-te. Ser homem por estes dias também não está fácil.

      Bem, mas o que eu queria dizer é que ser mulher todos os dias é uma luta, contra o preconceito deles e delas. :)

      Eliminar
  2. Sim.

    Um dia é muito pouco, Carla.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É como todos os outros dias comemorativos, são sempre pouco para o tanto que há para fazer.

      Eliminar
  3. Uma grande luta. E conseguir ser mulher é a maior delas todas. No meio de ser mãe, esposa, dona de casa, profissional, despertador, professora, taxista, post-it portátil, enciclopédia e milhentas outras que agora não me ocorrem.... É quase difícil ser mulher!
    Beijinho Carla e um resto de bom dia, da mulher!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Suada e contínua, Mafy!
      Um beijinho para ti :)

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Eu tenho um saco de boxe, queres que to empreste? :)

      Eliminar