29/01/2016

Cortar a direito

Cortar com as linhas que enleiam o tempo, atam o corpo, atrofiam. Cortar as pontes - vê-las a arder até à cinza que o vento soprará para as incertezas. Cortar a ansiedade da espera, da resposta, da reacção. Cortar os fios do quadro eléctrico e desligar o Mundo.