07/12/2015

A terceira panela

Tenho a terceira panela ao lume. O açúcar desfaz-se na água e, correndo tudo bem, há-de começar a caramelizar e eu hei-de juntar-lhe bananas às rodelas e deixar apurar. Cheira por isso a banana na cozinha, uma banana madura e cheia de pintas. É a terceira panela que ponho ao lume, hoje. As encomendas chegam sem aviso e são sempre em grande, mesmo que sejam de frascos pequenos. O açúcar vai-se desfazendo, a fruta cozendo, os frascos enchendo. A cozinha cheira a banana, mas já cheirou a pêra e a vinho do Porto, a abóbora e há-de cheirar a maçã -- com pequenas notas de limão pontilhadas de canela. São bonitos os frascos que vou enchendo e onde hei-de colar rótulos lilases e atar fitas douradas. A terceira panela ferve no lume. Vejo o açúcar a desfazer-se na água. Não sei se é o açúcar se sou eu.

Sem comentários:

Enviar um comentário