25/09/2014

Agarrem que é ladrão!

Estou muito triste. A mim ninguém rouba nada, nem leva «emprestadado» o que escrevo, só uma vez me roubaram o rádio do carro, mas não conta.




(o josé luís costuma levar-me poemas, mas também não conta. é que isso nem é roubo, é mais desvario da parte dele ;)