02/03/2014

Natureza humana







Não é preciso muito, para me habituar às coisas boas.
Não é preciso muito, para logo lhes sentir a falta.

Sem comentários:

Enviar um comentário