12/02/2014

A propósito de

Se há locução prepositiva que me mexe com os nervos, me encaracola o cabelo, rebola os olhos e dá comichão no esófago é «a propósito de». Já não suporto ver um título de um texto ou início de texto explicativo que comece com «a propósito de». Sei que dá jeito, está sempre à mão, cai sempre bem, não há como enganar, mas custa muito experimentar um «sobre...», «referindo...», «pegando em...», «continuando...», custa?

2 comentários:

  1. Ou, o que eu mais gosto: no que toca a....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dizes isso com ironia? Essa é mais na oralidade, mas vai pelo mesmo caminho. Anda tudo a tocar em qualquer coisa, como uma certa desgraçada rapariga a tocar o chão (acabei de te ler e fiquei sem saber se ria ou se tinha pena da moça).

      Eliminar