05/11/2013

Tudo é ridículo, até os e-mails de amor

Todos os e-mails de amor são
Ridículos.
Não seriam e-mails de amor se não fossem
Ridículos.

Também escrevi em meu tempo e-mails de amor,
Como os outros,
Ridículos.

Os e-mails de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículos.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
E-mails de amor
É que são
Ridículos.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
E-mails de amor
Ridículos.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Desses e-mails de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas).


2 comentários:

  1. Gosto!

    (ali, na parte das MEMÓRIAS.... acaba tb no masculino?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deveria. Já está corrigido. (;

      Esta era uma brincadeirinha que cheguei a fazer com alunos. Sempre dava para memorizar o poema.

      Eliminar