01/11/2013

Expectativas irreais

Criámos para nós metas que só alguns escolhidos, pelo quê ou por quem depende de cada um, atingiriam: aos trinta, deveríamos ter emprego estável, bem pago, aliciante, se possível na chefia; uma casa e uma família em construção; um carro de cilindrada considerável e férias a sul ou no estrangeiro.
Criámos para nós estas metas, mas porque tantos falharam, tornámo-nos mais permissivos e apontámos o sucesso para os quarenta.

3 comentários:

  1. E assim se vai adiando a vida...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem de ser um adiamento, pode tão ser uma valorização do que se tem, por oposição ao que se deveria ter. Todos os percursos de vida são diferentes, cabe a cada um decidir quais as metas que deve atingir, mesmo que não sejam as socialmente aceites como as melhores. (:

      Eliminar
  2. a vida é o que acontece enquanto se faz planos

    ResponderEliminar