23/08/2013

Engarrafamentos na blogosfera

Lembro-me perfeitamente de ver o meu avô com o rádio na mão, a ouvir o relato, a gritar golo segundos antes de vermos na televisão esse golo que parecia já atrasado e irreal. Lembro-me também de estarmos em divisões diferentes da casa a ver jogos decisivos e uns gritarem golo antes dos outros. Lembro até de haver vizinhos a quem o sinal chegava primeiro, começando uma onda de euforia que haveria de chegar a todos.

Eram instantes, segundos, tempo mínimo que fazia toda a diferença.

O Blogger anda a proporcionar-me experiências semelhantes, com a diferença de o atraso ser de horas. Há actualizações vossas que chegam com uma hora de diferença, as minhas estão a demorar no mínimo seis - ontem foram oito.

Publico textos ao início do dia que só serão vistos lá pelo cair do mesmo. Não faço ideia porquê. O que me vale é o Feedly que me vai mantendo realmente actualizada.

2 comentários:

  1. Atrasos , não são agradáveis, mas o pior é quando as actualizações não chegam mesmo!

    Bom final de semana

    ResponderEliminar
  2. Carlamiga

    Em temo que já lá vai, ias à minha Travessa; mas deixaste de lá ir. Não sei o porquê dessa tua decisão, mas respeito-a

    Lá refiro-me com frequência a esse Blogger de má vida; volta, não volta, o pulha faz tropelias - cada cor seu paladar, como os chupa-chupas... Mas, cada vez lhe ligo menos. O gajo engana-me (nos) e eu - népia.

    E não te podes esquecer que há mais marés do que marinheiros. Ou ainda que não há nada que mais me consuma, do que esfregar e não fazer espuma...

    Qjs = queijinhos = beijinhos & bfs

    Henrique

    ResponderEliminar