25/06/2013

Para os citadores compulsivos de Pessoa

Citar Pessoa, quer seja em citação normal ou encaixada numa imagem profunda, tornou-se numa espécie de moda, de atestado de cultura e conhecimento literário. Infelizmente, há que dizê-lo com toda a frontalidade, o resultado costuma ser diverso e o citador apresenta-se apenas como um pseudo-literato que não distingue Pessoa dos muitos apócrifos que circulam livremente  no mundo cibernético, nem se dá ao trabalho de verificar as fontes.

Não temam, ousados citadores! A pensar em todos nós e na nossa boa figura literária, a Casa Fernando Pessoa, estendeu-se aos blogues e tem uma hiperligação para um laboratório de citações pessoanas que inclui o acesso ao texto original.

Vá! Ide lá citar o Fernando, mas com juízo!

5 comentários:

  1. Respostas
    1. E o FP tem umas costas tão largas... como se o que escreveu tivesse sido pouco.

      Eliminar
  2. "Pedras no meu caminho, apanho-as todas... nunca sei se precisarei de as mandar ao focinho de alguém"

    ResponderEliminar