10/03/2013

Viajar

E num instante o tempo recua dez anos.
Outra vez as pernas cansadas de subir e descer escadas, outra vez os sacos a pesarem nos ombros e o desalinho do cabelo a acompanhar a pressa. Outra vez o estômago a reclamar a refeição saltada e a boca a suspirar, quando todo o corpo se senta enfim no banco do autocarro.

7 comentários:

  1. Hás-de explicar-me como se faz lá isso do tempo às arrecuas.

    ResponderEliminar
  2. Viajar tem esse efeito, pensando bem, pôr a mochila ás costas tem esse efeito, nem é preciso ir viajar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De certa forma, sentia falta disto. É um dos malefícios de conduzir.

      Eliminar
  3. Oooh,andavas tão bem por aqui :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andava, não andava? Sou tão feliz quando por aí ando. :)

      Eliminar
  4. Só dez anos? Na minha provecta idade isso não é recuar... é andar para o lado.
    :)

    ResponderEliminar