28/03/2013

Pensamentos dispersos sobre a cadeia em comando

Quem acredita que é o cérebro que comanda o corpo e as suas mínimas ações ou decisões engana-se. Também não é o coração. Até quando o crerão, ó românticos resilientes? Quem manda, quem assume o verdadeiro comando, quem decide são os dedos. E os meus persistem no silêncio. Coração, cabeça e estômago apresentam sinais internos de preocupação.