13/02/2013

Correspondência Íntima - X

Escrever por escrever não faz parte da minha natureza, as conversas acabam por se esgotar em nadas. Melhor esperar, apanhar balanço e retomar do ponto em que estava.

8 comentários:

  1. Dado que me perco e me confundo com facilidade, ao tentar retomar onde estava ia dar ao sitio onde estaria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode até ser, provavelmente é o mais certo, pelo menos deu-se o tempo necessário para reavaliar.

      Ai, enfim... voltei aos pensamentos em espiral. Isto era uma coisa que estava nos rascunhos faz meses, pareceu-me uma boa altura de a trazer à luz do dia. E por falar em luz do dia lembrei-me de um poema do David Mourão-Ferreira, cantado pela Cristina Branco, que há-de andar aqui perdido pelo blogue. É isso, pode ser que ajude a cafeína a fazer efeito.

      Eliminar
  2. Mas referes-te à escrita epistolar ou à bloguística? É que a segunda é, por natureza, vã... Mas antes andarmos nisto que a fazer mal a alguém por aí. :) Digamos que é uma conversa fiada inócua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Refiro-me à primeira. A segunda tornou-se uma necessidade. Bem, mais vale publicar disparates do que eles ficarem cá dentro a fazer mal ao coração, por exemplo. :D

      Eliminar
  3. Deve ter sido por isso que me deixaste no altar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As más decisões que eu consigo tomar. Sofro as consequências delas diariamente.

      Eliminar
  4. Gostei da resposta à Miú :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os nossos cantinhos são lugares terapêuticos. Além disso, são giros que se fartam. (:

      Eliminar