16/06/2012

Inclassificáveis #1

O Fernando Pessoa tinha um ortónimo e heterónimos vários. António Gedeão era pseudónimo de Rómulo de Carvalho, Miguel Torga escondia Adolfo Correia Rocha e eu, que de modesta tenho pouco, escrevo como se de Uma Rapariga Simples me tratasse, porque a CSPPC que se esconde por detrás do nick nem sempre sabe muito bem com que linhas se cose e assim se vai ocultando atrás de um megafone. 

Serve este exórdio pseudo-intelectualóide para anunciar uma ligeira mudança neste espaço. Nem sempre o meu humor rasa o depressivo, nem sempre estou a falar de livros e música e cinema, às vezes tenho ideias idiotas, pensamentos  pouco coerentes, às vezes apetece-me aparvalhar como gente grande (poderia elucidar-vos, dizendo que este é o meu estado normal, mas não quero estragar a imagem de pessoa perfeita e excecional  que têm de mim) e, por isso, decidi criar a sub-rubrica (é plágio assumido) Inclassificáveis.

Lê-se no Priberam:


inclassificável

adj. 2 g.
1. Que não se pode classificar. = INQUALIFICÁVEL

2. Digno de censura ou reprovação.


Mesmo a propósito.

Aceitam-se ideias e cestos com fruta da época. Manifestações deselegantes não serão vistas com bons olhos.

10 comentários:

  1. Aparvalhar? Disses-te aparvalhar?
    Conta comigo! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Palpita-me que as nossas conversas vão ser grande fonte de inspiração. ;)

      Eliminar
    2. É, parece-me que ali o ponto 2 da definição de Inclassificável assenta que nem uma luva! :)

      Eliminar
  2. eu tenho um "grande" pseudónimo dentro de mim, atrevo-me a dizer, conhecido teu :s

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. oh, não é lá muito difícil.
      é um projecto paralelo ao meu blog, comecei como terapia, mas mantive até agora. não te vou dizer abertamente, mas, hum, pensa em algo mais cientifico...

      Eliminar
    2. Eu pensar estou a pensar, mas não chego lá.
      Tem pena da minha alma pequenina e elucida-me por email. ;)

      Eliminar
  3. É tão bom termos "ideias idiotas, pensamentos pouco coerentes". :) Conta com a minha leitura desta sub-rubrica.
    A propósito todos temos o ortónimo e os pseudónimos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, basta pensar nas várias facetas que temos. ;)

      Eliminar
    2. Ora aí está! Se não tivéssemos essa multiplicidade de facetas seríamos pessoas planas, de certa forma é o que nos dá dimensão. :)

      Eliminar