22/03/2012

Time, make it go faster

Like a song - Lenka




I can't forget you when you're gone. 
You're like a song 
That goes around in my head. 
And how I regret 
It's been so long. 
Oh, what went wrong? 
Could it be something I said? 
Time, make it go faster, 
Or just rewind 
To back when I'm wrapped in your arms. 



[eu ainda não consigo acreditar que essa partida tenha sido tão definitiva. 
contra todas as razões]


7 comentários:

  1. Não se perde uma rapariga simples. São as melhores.
    Ele há-de ter outra música, mas mais triste e que o fará recordar-se eternamente.
    Já tu, rapidamente terás uma nova música. A tua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que POC não queria dizer Perturbação Obsessiva Compulsiva. :)

      Agora a sério. Eu sei que é costume descrever o fim de um relacionamento, dizendo que a outra pessoa partiu, foi embora, já não está e por aí fora. Não é o caso, desde janeiro deste ano que todas estas mesmas expressões são usadas como metáfora da morte. Por isso escrevi 'partida tão definitiva'. Ironia das coisas, a pessoa não deixou só a rapariga simples, ainda que ela seja das melhores :), deixou toda a gente.

      Talvez haja mesmo uma música que vá recordar eternamente, talvez não haja. Quanto a mim, a minha música do momento é mais instrumental, não há letra que me console desta perda.


      Entretanto, o nosso Benfica lá ganhou ao Porto e livrou-nos de mais comentários anormais no FB. Já era hora. ;)

      Eliminar
  2. Lamento muito pela perda.
    E lamento o meu nível de perspicácia ter ficado perto do zero neste caso. Acabei de conhecer o blogue e realmente não li muito, julguei que era um caso amoroso. E seria também, mas num registo ainda mais sublime.
    Posso apagar tudo e voltar a escrever algo inteligente?

    Nunca poderei revelar o que estas iniciais querem dizer. Senão já sabe, teria de...

    Mantenho: Uma Rapariga Simples é sempre TOP.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. :)
      Mas não sejas demasiado duro com a tua perspicácia, este blogue está armadilhado de propósito, nem sempre é fácil saber do que falo (ou escrevo!), até quem me conhece bem fica na dúvida. Também foi amoroso, daí que o somatório de tudo torne as coisas mais difíceis de processar, no entanto, os que ficaram têm de continuar a viver, não só a existir, porque assim é que tem de ser.

      Apagar, para escrever algo inteligente? Não tens essa sorte. ;)

      Ora bolas, sendo assim, prefiro ficar na ignorância (embora desconfie que não esteja longe da verdade, com a minha definição... eheh).

      Com a tua última afirmação, fizeste as minhas bochechas vestirem-se de encarnado. :)

      Eliminar
  3. Sem dúvida. Guarda-se no coração mas continua-se a viver. Acho que é o caminho certo.

    POC são iniciais diferentes. Mas podem ser aplicadas dessa forma se pensar que realmente só um maníaco com perturbações desse género escreve o que escrevo. Portanto aceito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se fosses do Norte, havia outra combinação mais vernácula para POC! LOOL
      Mas como este blogue é decente, eu não a vou escrever. ;)

      Eliminar
  4. Não sou do Norte, mas gosto do Norte. Gosto de todo o País, ou quase.
    A combinação vernácula para POC é muito óbvia, por isso não, ainda não acertou nas iniciais.

    ResponderEliminar