30/03/2012

Há um perfume que não sai do meu cheiro.

Há um perfume que não sai do meu cheiro. 
Há um sabor que não sai da minha boca. 
Há uma voz que não sai do meu ouvido. 
Há um toque de pele que não sai das minhas mãos. 
Hás tu que não sais dos meus olhos.

Entra, não faças barulho.

Inunda o meu olfacto. 
Apodera-te do meu gosto. 
Fala ao meu ouvido. 
Toca a minha pele. 
Entra nos meus olhos. 
Mas não faças barulho.


2 comentários:

  1. Será esse silêncio a que te referes a negação do prazer, ou a confirmação do momento?

    Fica a dúvida.

    Beijos com charme

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem um nem outro, apenas um aviso subtil, para não acordarmos os vizinhos desta vez. lol

      Eliminar