12/11/2011

mas se quiseres eu paro de te mentir...


Se tu quiseres, quando quiseres - Adriana

Se tu quiseres, quando quiseres
dou-te mais um comprimido
até apanho os cacos de vidro
e deixo-te adormecer.

Se tu quiseres, quando quiseres
diz-me a que horas te chamo
e até finjo, sempre, que te amo
que não te quero perder.

Dou-te a chave de casa
fico a ver-te partir
mudo o lençol da cama
mas se quiseres eu paro de te mentir...

Se tu quiseres, quando quiseres
empresto-te a minha vida
e fico só aqui estendida
ou danço só para ti.

Se tu quiseres, quando quiseres
chamo-te "meu amigo"
fujo agora daqui contigo
posso até morrer por ti.

Dou-te a chave de casa
fico a ver-te partir
mudo o lençol da cama
mas se quiseres eu paro de te mentir.

12 comentários:

  1. Parece-me é que ele não quer nada... ;)

    ResponderEliminar
  2. Cacarol:
    Citando um grande filósofo contemporâneo, Dr Gregory House, 'everybody lies!". ;)

    ResponderEliminar
  3. M.:
    Esse "se tentares..." soou-me a ameaça contra a minha integridade física. lol

    ResponderEliminar
  4. Daniel:
    Ai! Ai, ai, ai!!!
    Então eu partilho uma música sobre a supremacia da mulher sobre o homem e tu vens dizer que ELE não quer nada????


    Ai, ai, ai!

    ResponderEliminar
  5. Sobre a supremacia da mulher?

    Parece-me é que ela é um pouco Gueixa...

    ResponderEliminar
  6. E se for? Não quer dizer que não detém o poder. ;)

    ResponderEliminar