19/01/2011

Porque estou finalmente em paz


Hoje, logo pela manhã, calcei as sapatilhas, vesti um casaco quente e, na companhia do meu irmão mais novo (quis a combinação genética que fosse o mais 'pequeno', sendo o mais alto), fui caminhar, seguindo o caminho que atravessa terrenos e pinhais.

Soube bem aquela ausência de confusão, aquele silêncio, aquele cheiro a terra molhada e folhas secas.

Dizia-lhe eu estar em paz e tranquila, ser capaz de dormir como há largos meses não conseguia.

- Arrumar o passado é meio caminho andado para estarmos bem!

Os 20 anos dele não lhe permitem ter grande passado doloroso, por isso olhou para mim com aqueles olhos que são tão parecidos com os meus e fez um assentimento de cabeça, como a dizer "se o dizes!".

Quando aqui cheguei e visitei alguns blogues, encontrei, no perfil do Marquês, esta música que me comoveu. É assim mesmo que me sinto, aquela música sou eu. Sem angústias nem revoltas, apenas o sentimento de quem sabe como as coisas são e o que tem de fazer.

i don't want to hold this fear anymore
i want to leave the past behind
i don't want to hold this pain anymore
i want to trust what i begun

12 comentários:

  1. Daniel:
    :)
    Não sei... só sei que escrevo.
    Obrigada. :)

    ResponderEliminar
  2. Vê-se que é fluente a escrita...

    ResponderEliminar
  3. Culpa da formação e da profissão. :)

    ResponderEliminar
  4. Começo a pensar que há coisas que não passam.

    Passam apenas a ser bagagem. = x

    Mas espero estar errado. :)

    ResponderEliminar
  5. Kenny:
    Durante muito tempo pensei o mesmo, aliás, vivia em pânico com o pensamento de que não passasse.

    Escrevi sobre a bagagem e este medo muitas vezes.

    Quem me conhece sabe que assim era, não era só motivação de escrita.

    Mas passou mesmo, claro que é bagagem mas uma bagagem diferente, da que faz parte da experiência de vida, em vez daquela que nos impede de viver.

    Se andas a lidar com alguma bagagem, dá tempo ao tempo, um dia vais perdê-la e nem sabes bem como nem onde. :)

    ResponderEliminar
  6. Tenho _imensa_ bagagem. rotfl.

    E acho que esta semana me têm oferecido ainda mais bagagem. lol.

    Mas o problema não é que seja algo que me afecte pessoalmente a mim, mas sim a qualquer relação que eu tente ter. :(

    It kind of sucks.

    ResponderEliminar
  7. Um relacionamento com alguém é como ir viver fisicamente com essa pessoa, tu tens as tuas tralhas, ela terá as dela.

    Só vão conseguir viver juntos se arrumarem as tralhas todas e conseguirem um resultado bonito. :)

    ResponderEliminar
  8. caminhar a pé é giro

    mas de bicicleta tem muito mais piada

    :-)

    ResponderEliminar
  9. :)
    Linda a música, não é?
    Tenta ouvir mais algumas de Bliss... São qualquer coisa!
    Bjinho

    ResponderEliminar