14/05/2009

Parem lá com esta ideia patética!



Estava a ouvir esta música e o meu ouvido captou isto

Cuz I love you more than I could ever promise.
And you take me the way I am.
You take me the way I am.
You take me the way I am.


Deu-me um arrepio na pele e não foi daqueles bons, foi mesmo de quase-raiva.
Ora vamos lá a ver, mas afinal que coisa é esta de "take me the way I am"??
ISTO NÃO EXISTE!!!!!!!!
Ninguém aceita os outros exactamente como eles são.
Ninguém aceita a diferença pelo prazer da diferença.
Toda a gente conserva em si a secreta esperança de mudar o outro.
Toda a gente conserva em si a secreta esperança de tornar o outro igual a si mesmo.

Todos diferentes, todos iguais, o caraças!

- Ah, és do SCP e tal... mas não queres ver uns jogos do SLB comigo?

Esta atitude é constante em nós.
Esta atitude tem desgraçado relacionamentos, casamentos, arranjinhos, embrulhamentos e afins.
Esta atitude é a mesma que nos leva a obrigar, sim, obrigar, porque é isso mesmo que fazemos, as criancinhas a repetirem que são do Clube X, que gostam mais da Pessoa A.

- Sabes, o teu perfil é giro, mas as coisas não são bem assim.

Quando entra o não é bem assim, lá estamos nós a iniciar a marcha da mudança.
A sociedade faz isto a todo o passo, a escola, até o Netlog!
Por isso, esqueçam, cada um de nós é tendencioso e detesta quem é diferente porque quer que todos sejam iguais... A SI!

Tenho dito, vou continuar a ouvir o resto do CD e a remoer mais letras.

27 Agosto 2008

Sem comentários:

Enviar um comentário